Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007
L sermon (ua cunta)

Ua beç un cura tenie qu'ir a pregar un sermon i nun sabie quei habie d'ir a dezir. I apuis diç qu'iba por un camino alantre i diç que biu un cuco nun nebro. Apuis chegou mais alantre i diç que biu ua coluobra stendida pula tierra. Chegou mais alantre diç que biu un coneilho a scabar na tierra. Chegou inda mais alantre que biu ua cabeça d'un burro qualquiera chena de cocos. I adepuis chegou a l'eigreija i fui anton a pregar l sermon i apuis ye que diç:

 - Es de cuco in trampo! Es de serpente in lapa! Es de raspa, enterra! es de cocos en calabera!

I apuis que diç la giente:

- Ui que sermon tan baliente!

(Angélica Bárbolo, 20 de Dezembre de 2000)



Scrito por António Bárbolo Alves às 23:14
Link de l post | Acrecentar als faboritos

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Saber neste blog
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Últimos posts

Outro blogue

L sabor de las palabras

L cura i la criada

L nino Jasus de la Cartol...

L problema de las lhéngua...

L sermon (ua cunta)

Alguas nomeadas

Quadras populares

Folhetos

L populismo i l pobo

Arquibos

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

blogs SAPO
subscrever feeds