Domingo, 18 de Novembro de 2007
Quadras populares

Trés quadras de las muitas que Tie Rosa, de Freixenosa, me cuntou eiqui hai uns dies. L saber popular ten tanto de sabedorie cumo de çtempero!

I.

Alhá riba naquel cabeço

Hai un buraco redondo

Bi antrar nel un lhagarto

Cun las alforjas al ombro.

II.

Calha, calha boca abierta

Cabeça d'alqueire i meio

Tengo corrido muitas tierras

Nunca bi rapaç tan feio.

 III.

Cantigas al zafio

Naide las sabe cumo you

Miu pai era serrador

Serrou ls cuornos al tou.



Scrito por António Bárbolo Alves às 18:49
Link de l post | Comentar | Acrecentar als faboritos
|


Saber neste blog
 
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Últimos posts

Outro blogue

L sabor de las palabras

L cura i la criada

L nino Jasus de la Cartol...

L problema de las lhéngua...

L sermon (ua cunta)

Alguas nomeadas

Quadras populares

Folhetos

L populismo i l pobo

Arquibos

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds